Publicações

Buscar Publicação

Buscar: Buscar por: Título Resumo Autor Palavra-Chave

Categoria:

PROPÓSITOS EMPREENDEDORES DE PROFESSORES-PESQUISADORES DE CIÊNCIAS NA ERA DA SABEDORIA

Autor: Anne Karynne Almeida Castelo Branco (Orientadora: Profa. Dra. Edna Lopes Hardoim)

Categoria: Teses 2018

Palavras-chave: Pesquisa Narrativa. História de vida. Professor-pesquisador líder. Educação em ciências. Ciclo formativo.

Resumo:

 Esta pesquisa, foi movida pela indagação “Qual a contribuição das narrativas na formação de professores-pesquisadores de Ciências, que atuam como líderes e adotam o empreendedorismo em suas atividades profissionais, na Era da Sabedoria?” Assim, com um estudo de abordagem qualitativa, seguimos a investigar o fenômeno que se apresenta, com a expressividade epistêmico-metodológica de uma pesquisa de caráter (auto)biográfico. Entrevistamos professores atuantes nas áreas de ciências e empreendedorismo. Aplicamos questionário aberto com estudantes das licenciaturas em ciências (Química, Física, Ciências Biológicas) e Matemática de uma Instituição de Ensino Superior do Amazonas/Brasil, o que nos permitiu diagnosticar a relevância do estudo. E buscamos na entrevista narrativa, o idiográfico, a subjetividade presente nas histórias de vida, pois entendemos o sujeito como um ser complexo, que demonstra sua individualidade, mas também se apresenta enquanto um ser social – singular universal. Esse processo investigativo nos proporcionou, a partir da análise interpretativa, observar que emergem eventos, que nos levam ao que denominamos de Ciclo Formativo Científico-Empreendedor composto pelas seguintes etapas: a Ciência como ponto central, que expande para o Ensino, a formação do professor-pesquisador, formação empreendedora, difusão da ciência, formação humana. Ao vivenciar a narrativa, com o enfoque na formação humana percebemos também a importância de desenvolver as Mentes do Futuro, bem como as inteligências múltiplas e as habilidades de alguém capaz de atuar como protagonista na Era da Sabedoria. Esse indivíduo, que, sendo humano, conhece o seu “Por quê” – propósito, que permite que a narrativa (oral, escrita e vivenciada) seja o seu “Como”, o caminho para se alcançar o “O quê ou Quem” – a formação desse professor-pesquisador líder.

Download: Clique aqui para realizar o download

FORMAÇÃO INICIAL INTERDISCIPLINAR DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA: RESSONÂNCIAS NA EDUCAÇÃO BÁSICA

Autor: Andreia Cristina Rodrigues Trevisan (Orientadora: Profa. Dra. Andréia Dalcin)

Categoria: Teses 2018

Palavras-chave: Formação de Professores. Licenciaturas Interdisciplinares. Ensino de Ciências e Matemática. Narrativas Docentes. Análise Textual Discursiva. Educação Básica. Interdisciplinaridade.

Resumo:

 Nesta investigação de doutorado, tem-se o propósito de problematizar a formação do professor que ensina Matemática e Ciências, tomando como objeto de estudo visões de egressos do curso de Licenciatura em Ciências Naturais e Matemática (LCNM) da Universidade Federal de Mato Grosso, campus Universitário de Sinop, sobre a formação inicial e as práticas vivenciadas nos primeiros anos da docência, na escola básica. Tem-se como objetivo compreender as visões de egressos desse curso sobre sua formação inicial e as práticas vivenciadas nos primeiros anos de docência, na escola básica, no que diz respeito à interdisciplinaridade. A pesquisa possui uma abordagem qualitativa de investigação. Elaborou-se e aplicou-se, inicialmente, para a produção de dados sobre os egressos do curso, um questionário, que foi enviado a 98 egressos, tendo a participação efetiva de 64. A análise das respostas possibilitou identificar algumas informações dos egressos quanto ao curso e ainda selecionar aqueles que foram convidados para o segundo momento da pesquisa, em que se realizou, com esses professores, entrevistas narrativas, das quais emergiram elementos que permitiram uma análise mais apurada da problemática da pesquisa. A análise das entrevistas se deu por meio da Análise Textual Discursiva (ATD), em que os dados foram sintetizados em três categorias que se relacionam, a saber: formação inicial, interdisciplinaridade e prática pedagógica docente. Os dados indicam relações entre a experiência vivenciada pelos entrevistados, na formação inicial, e a perspectiva interdisciplinar do curso LCNM; bem como possibilitam compreender as práticas interdisciplinares mediadas pelos professores/egressos, colaboradores da pesquisa, na educação básica. Foi possível observar que a interdisciplinaridade se manifesta na prática desses professores/egressos a partir de atividades com abordagens interdisciplinares, principalmente em situações que envolvem o trabalho com temáticas. O desenvolvimento dessas atividades envolve tanto ações institucionalizadas pelas escolas, quanto ações pessoais dos professores, ao abordarem determinados conteúdos escolares. A pesquisa evidencia que, algumas vezes, a interdisciplinaridade vem sendo confundida com a multidisciplinaridade. Há também indicativos de desafios a serem enfrentados no estabelecimento de práticas interdisciplinares na docência, como a inflexibilidade do currículo, o tempo escolar e a dificuldade em se estabelecer o trabalho coletivo. Tem-se, por fim, que a formação inicial interdisciplinar tem potencial para fomentar abordagens interdisciplinares na prática pedagógica na educação básica, e que isso está atrelado a novas posturas e entendimentos sobre e na formação de professores.

Download: Clique aqui para realizar o download

IMPLANTAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DE LICENCIATURAS DE CIÊNCIAS DA NATUREZA NO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA – IFRO

Autor: Maranei Rohers Penha (Orientadora: Profa. Dra. Marta Maria Pontin Darsie)

Categoria: Teses 2018

Palavras-chave: Ciências da Natureza. Docência. Formação Profissional. IFRO. Licenciatura.

Resumo:

 Esta pesquisa tem como objeto a implantação e implementação das Licenciaturas de Ciências da Natureza do Instituto Federal de Educação Ciências e Tecnologia de Rondônia –IFRO. Este novo lócus de formaçãoinicial passa a ser foco de pesquisas a partir de 2008. Assim, nesta investigação constitui questão norteadora: como se deu o processo de implantação das licenciaturas de Ciências Biológicas, Química e Física no IFRO e a implementação destes cursos com vistas a formação inicial de professores? Na busca de compreensão deste processo, o estudo se fundamenta no histórico da Rede Federal de Educação Profissional, Formação Inicial de Professores em Ciências da Natureza do IFRO. Este estudo tem como aporte teórico autores como Schön (1983), Zeichner (1997), Freire (1996); Ghedin (2002), Kuenzer (2005), Diniz-Pereira (2007), Darsie (2010), Otranto (2010), Paula (2010), Palma (2013), entre outros. Como opção metodológica, a pesquisa apoiou-se na abordagem qualitativa fenomenológica. Os procedimentos e instrumentos utilizados na produção de dados foram a análise documental, para compreender o processo de implantação de licenciatura no IFRO apoiada em documentos oficiais e legislações vigentes às épocas (1909 a 2018).Para análise dos referidos cursos, objetivando a compreensão do desenvolvimento da formação inicial de professores, a investigação ancorou-se em documentos como: Diretrizes Curriculares Nacionais, Projeto Pedagógico do Curso –PPC, Matrizes Curriculares, Trabalhos de Conclusão de Cursos –TCC, Projetos de Pesquisa, Atividades de Extensão, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência e em questionários mistos respondidos por33 Docentes Formadores que lecionaram nas primeiras turmas dos cursos de Ciências Biológicas, Física e Química do IFRO e cinco Professores Egressos, das mesmas turmas, que estão lecionando na Educação Básica, além de cinco gestores que responderam a um questionário aberto. A pesquisa conclui que a implantação dos Cursos de Licenciatura no IFRO se efetiva acompanhando o processo nacional de expansão do Ensino Superior, justificada pela escassez de professores que ensinam Ciências da Natureza e pelos baixos índices de proficiência, apontados nas avaliações de larga escala, dos alunos da Educação Básica. A implantação também ocorre atendendo demandas locais demarcadas por questões socioeconômicas. Entre avanços e percalços, considerou-se que as Licenciaturas do IFRO não apresentam grande diferencial das Licenciaturas tradicionalmente ofertadas por Instituições de Educação Superior Públicas. Embora o IFRO tenha avanços na implantação, ainda apresenta a necessidade de ajustes na adequação teórica e prática do que se constitui objeto de uma Licenciatura.

Download: Clique aqui para realizar o download

O PIBID COMO ESPAÇO DE PESQUISA NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE QUÍMICA

Autor: Kátia Maria Guimarães Costa (Orientador: prof. Dr. Gerson de Souza Mól)

Categoria: Teses 2017

Palavras-chave: Formação de professores de Química. PIBID com pesquisa. Pesquisa-ação.

Resumo:

 Este estudo teve como objetivo principal compreender em que aspectos o desenvolvimento de um PIBID com pesquisa pode contribuir na formação inicial de professores de química. Foi realizado com estudantes em formação inicial do curso de licenciatura em Química do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas – IFAM, participantes do Projeto Uirapuru, que representa no IFAM, o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID). Para o desenvolvimento do estudo, assumiu-se a pesquisa-ação como estratégia metodológica de pesquisa. Na primeira fase, dois movimentos foram necessários, iniciando pelas reuniões pré-diagnósticas que ocorreram no IFAM e objetivaram uma aproximação com os licenciandos e a apresentação da proposta, explicitando que percorreriam um caminho do fazer pesquisa, pesquisar seu fazer docente. O segundo movimento foi a inserção dos estudantes nas três escolas parceiras, efetivando a fase diagnóstica e a criação das equipes investigativas formadas pelos estudantes em formação inicial, a professora da escola e a pesquisadora. Na fase seguinte, partindo da problemática identificada na fase diagnóstica foram elaborados seus projetos de pesquisa e de intervenção/investigação, que na sequência foram implementados e avaliados, tendo no processo reflexivo, ação-reflexão-escrita, o elemento central para a construção e produção de conhecimento. O conjunto de dados que foram construídos ao longo dessa caminhada, por meio de gravações em áudio e vídeo, anotações de campo, diários reflexivos e relatórios de pesquisa, constituíram-se no corpus da pesquisa e foram tratados pela Análise Textual Discursiva (ATD). A análise revelou que vivenciando a realidade do cotidiano da escola, as licenciandas foram envolvidas em um processo de construção de um percurso intencionalmente planejado e reflexivo, no qual investigaram suas práticas e construíram conhecimentos próprios da docência que possibilitou mudanças em suas práticas efetivas em sala de aula; possibilitou também, serem definidas características identitárias às licenciandas; e ainda, a construção e a produção de conhecimento são potencializadas dentro de um processo coletivo, por meio de um movimento de ação-reflexão-escrita. Tais aspectos mostram que o PIBID com pesquisa contribuiu no desenvolvimento profissional e autônomo das licenciandas participantes, futuras professoras de química.

Download: Clique aqui para realizar o download

SABERES MATEMÁTICOS NO AMAZONAS EM ANOS DA REPÚBLICA VELHA: ESTRATÉGIAS NO CAFÉ COM LEITE

Autor: Eliane Batista de Lima Freitas (Orientadora: Profa. Dra. Gladys Denise Wielewski.)

Categoria: Teses 2017

Palavras-chave: História da Educação Matemática. História da Educação Matemática no Amazonas. Saberes Elementares Matemáticos.

Resumo:

 Esta tese tem por objetivo investigar como as estratégias implementadas no período da República Velha (1889 a 1930), direcionadas a instrução pública no Amazonas influenciaram a constituição de saberes matemáticos. Desta forma, como investigação histórica, esta tese tenciona construir uma trajetória de saberes elementares matemáticos e o seu desenvolvimento no Amazonas, sobretudo em sua capital, Manaus, por meio da análise das estratégias da governança elaboradas no período citado e que foram evidenciadas nas fontes primárias oficiais e também nas revistas de educação e outros impressos. Colabora como parte integradora na consolidação de uma rede nacional de pesquisas, interessadas na produção de uma representação sobre o passado da educação matemática. Para compreensão da metodologia utilizada, apresenta um percurso teórico-metodológico, ancorado nos estudos históricos culturais, nas considerações de Geertz (1989), acerca da descrição densa, Chartier (1990, 2007), De Certeau (2000), Viñao Frago (2008), Julia (2001), André Chervel (1990) e Valente (2007), um dos pioneiros na consolidação dos estudos nesta seara. As considerações finais do trabalho interpretam que a trajetória de construção de saberes elementares matemáticos no Amazonas, ao perpassar toda a instrução pública permeando o ensino primário, secundário e normal, firmou-se sob intensa influência, ora de forma direta dos modelos europeus, ora advinda dos modelos que circulavam no sudeste do país.

Download: Clique aqui para realizar o download