Publicações

Buscar Publicação

Buscar: Buscar por: Título Resumo Autor Palavra-Chave

Categoria:

USOS/SIGNIFICADOS DA ETNOMATEMÁTICA MOBILIZADOS NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA NO INSTITUTO FEDERAL DE RORAIMA - IFRR

Autor: Leila Marcia Ghedin (Orientadora: Profa. Dra. Anna Regina Lanner de Moura)

Categoria: Teses 2018

Palavras-chave: Etnomatemática. Jogos de linguagem. Cenas ficcionais. Atitude terapêutica wittgensteiniana. Educação Matemática

Resumo:

 Desde 1988, o processo de formação do professor de Matemática tem acolhido em seus currículos, seja como disciplina, seja como tema de estudo, a Etnomatemática. Esta inserção, normalmente traz a discussão sobre uma relação dual etnomatemática e matemática acadêmica. Neste trabalho, pretende-se esclarecer essa dualidade ao percorrer os usos/significados da etnomatemática tanto na literatura quanto no contexto da formação inicial que a institui no currículo, considerando a visão wittgensteiniana de matemática, como jogos de linguagem na atividade da linguagem. Desta forma, a questão da pesquisa consiste em compreender como são mobilizados os usos/significados da etnomatemática no curso de formação de professores de matemática no Instituto Federal de Roraima. O percurso investigativo adota uma atitude metódica inspirada na terapia filosófica de Wittgenstein e na desconstrução de Derrida. Para gerar a compreensão das significações dos licenciandos, busca-se percorrer os usos/significações da etnomatemática, no corpus da pesquisa constituído por diferentes jogos de linguagem/práticas culturais tais como a literatura, o conjunto de documentação dos cursos de Matemática das IES públicas de Roraima, os Trabalhos de Conclusão de Curso destas IES, além das observações de campo das práticas pedagógicas da disciplina Etnomatemática e as impressões dos estudantes do curso de Licenciatura em Matemática do IFRR, significadas em um questionário aberto. O exercício de esclarecimento/análise, ora é feito mediante narrativas do percurso terapêutico dos significados, ora mediante a encenação dialógica ficcional cujos personagens performam suas falas nos rastros das significações etnomatemáticas do corpus da pesquisa. No percurso da terapia, pelo corpus da pesquisa, foi possível esclarecer que as visões instituídas da etnomatemática estão vinculadas aos usos/adjetivações da matemática. A desconstrução terapêutica desses usos aponta para outra forma de uso da matemática e, portanto, da etnomatemática significada, segundo Wittgenstein, como práticas culturais/jogos de linguagem que normatizam gramaticalmente as ações humanas no sentido de atingir de modo inequívoco os propósitos das atividades que mobilizam esses jogos.

Download: Clique aqui para realizar o download

ETNOMATEMÁTICA E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS: SABERES MATEMÁTICOS ESCOLARES E TRADICIONAIS NA EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA KARIPUNA

Autor: José Sávio Bicho de Oliveira (Orientador: Prof. Dr. José Roberto Linhares de Mattos)

Categoria: Teses 2018

Palavras-chave: Etnomatemática. Educação escolar indígena. Cultura. Prática pedagógica. Karipuna.

Resumo:

 Esta tese tem como objetivo analisar relações entre saberes tradicionais do povo Karipuna e saberes matemáticos escolares por meio das práticas pedagógicas de professores indígenas nos anos finais do ensino fundamental na escola indígena da aldeia Manga, no município de Oiapoque-AP. O aporte teórico está situado no campo de investigação denominado Etnomatemática, vertente da Educação Matemática que busca reconhecer, resgatar, respeitar e valorizar os saberes produzidos por grupos socioculturais específicos nos processos de ensino e aprendizagem. Em termos metodológicos, está inserida na pesquisa qualitativa, cuja produção dos dados pautou-se na observação participante na Escola Indígena Estadual Jorge Iaparrá, entrevistas com professores indígenas que ensinam matemática nos anos finais do Ensino Fundamental, gravações e registros fotográficos. Os resultados configuram a compreensão dos processos de ensino e aprendizagem de conhecimentos matemáticos na educação escolar indígena, cujas práticas pedagógicas dos professores indígenas medeiam relações entre saberes matemáticos escolares e saberes tradicionais indígenas, bem como as tensões entre diferentes saberes. Os entendimentos sobre matemática, cultura, escola e educação escolar indígena subjazem as práticas docentes de professores indígenas que ensinam matemática na escola da aldeia. Concluímos que a coexistência de diferentes saberes nas atividades cotidianas da comunidade torna possível que estes sejam articulados na prática docente de professores indígenas, no sentido da reorientação do ensino e aprendizagem de matemática no contexto da educação escolar indígena diferenciada, específica, intercultural e de qualidade. Esta tese enuncia a prática pedagógica do professor indígena a partir de seus posicionamentos e da necessidade de promover uma educação escolar pautada na valorização cultural e na apropriação de conhecimentos matemáticos escolares, no sentido de problematizar a reorientação da educação escolar indígena diferenciada como estratégia de luta e de situar os alunos indígenas nos diferentes contextos que vivenciam, para o exercício da cidadania em atividades fora da aldeia, bem como propiciar o fortalecimento cultural e identitário dos Karipuna.

 

Download: Clique aqui para realizar o download

DESENVOLVENDO O PENSAMENTO ABSTRATO NO ENSINO DE FÍSICA POR MEIO DE ATIVIDADES INVESTIGATIVAS NO INSTITUTO FEDERAL DO AMAZONAS

Autor: José Galúcio Campos (Orientadora: Profa. Dra. Josefina Barrera Kalhil)

Categoria: Teses 2018

Palavras-chave: Ensino de Ciências. Ensino de Ciências por Investigação. Desenvolvimento de Habilidades.

Resumo:

 Apresenta-se neste trabalho uma pesquisa de doutoramento cujo objetivo foi desenvolver o pensamento abstrato em aulas de física por meio de atividades investigativas, quais sejam: questões abertas e laboratório aberto. A pesquisa desenvolvida foi do tipo pesquisa ação-participante e os envolvidos no processo foram três professores com mais de 20 anos de carreira, e os alunos dos cursos integrados do ensino médio de química — primeiro ano, — e informática — segundo ano. Para tanto, esta utilizou-se de vários instrumentos de coleta e geração de dados qualitativos, tais como as entrevistas semiestruturadas e em grupos, e os questionários abertos e fechados (Likert). Os resultados sugerem positivamente que as atividades investigativas, modeladas e adequadas ao contexto escolar, e, sobretudo, respeitando-se o estágio cognitivo das turmas, foi possível desenvolver-se habilidades cognitivas como análise, síntese e o pensamento abstrato; porquanto assim educando-se a imaginação — seja com as questões abertas ou pelo laboratório aberto. Em adição, diante destes achados, foi possível conceber uma metodologia de ensino-aprendizagem simples e direta com potencial de aplicação no ensino das diversas ciências cujo fim é o desenvolvimento do pensamento abstrato e/ou das habilidades que concorrem à ele.

 

Download: Clique aqui para realizar o download

FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE FORMADORES DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: CONTEXTOS E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NA LICENCIATURA EM PARINTINS

Autor: Isabel do Socorro Lobato Beltrão (Orientadora: Profa. Dra. Ierece dos Santos Barbosa)

Categoria: Teses 2018

Palavras-chave: Formação docente. Professores formadores. Educação Matemática.

Resumo:

 O objeto deste estudo é a formação do professor formador e os processos de construção de conhecimentos em suas práticas pedagógicas, o qual tem como objetivo compreender as experiências dos formadores de professores, referentes à suas vivências no processo de construção de conhecimentos, subjacentes às práticas pedagógicas na Licenciatura em Matemática em Parintins-AM. Foi utilizada a nomenclatura formador de professores para fazer referência ao professor que atua na licenciatura em Matemática. Alicerçada na perspectiva qualitativa, a pesquisa desenvolveu-se numa abordagem metodológica da História Oral Temática. Os interlocutores foram oito formadores de professores de matemática da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), que atuam no Centro de Estudos Superiores de Parintins (CESP). Além dos registros e observações realizadas durante o percurso investigativo, foram utilizados como instrumentos de construção de dados a análise de documentos e entrevistas narrativas, que foram gravadas em áudio. Todas as entrevistas foram transcritas integralmente, textualizadas e validadas pelos interlocutores da pesquisa. A análise dos dados construídos foi realizada através da análise de narrativas, com base na Análise Textual Discursiva (ATD), por entendermos que este método é aberto a outros caminhos metodológicos. Os resultados deste estudo permitiram concluir que cada professor formador vivencia um percurso singular e suas aprendizagens docentes se constroem e reconstroem, constantemente, conforme conhecimentos que vão se ressignificando ao longo de suas vivências na formação e constituição profissional. Os formadores evidenciaram que suas vivências e experiências produziram conhecimentos subjacentes, tanto nas práticas de ensinar Matemática, quanto nas práticas pedagógicas de formar professores. Tais revelações nos permitiram inferir que, o modo como os interlocutores vivenciam suas experiências na Licenciatura em Matemática, ampliam suas possibilidades de êxito em formar professores de Matemática.

 

Download: Clique aqui para realizar o download

POTENCIALIDADES E LIMITAÇÕES DA TEORIA DO DESIGN INTELIGENTE EM DISCUSSÕES ENVOLVENDO A NATUREZA DA CIÊNCIA: UMA ANÁLISE À LUZ DA TEORIA DA AÇÃO COMUNICATIVA

Autor: Hernani Luiz Azevedo (Orientadora: Prof.ª Dr.ª Lizete Maria Orquiza de Carvalho)

Categoria: Teses 2018

Palavras-chave: Teoria do Design Inteligente. Teoria da Ação Comunicativa. Natureza da Ciência. Naturalismo Metodológico. Ensino de Ciências.

Resumo:

 Esta pesquisa de doutorado intentou investigar quais limites e possibilidades se apresentam quanto à compreensão da Natureza da Ciência, em meio a discussões envolvendo a Teoria do Design Inteligente (TDI), protagonizada por professores que atuam numa licenciatura em Ciências Naturais e Matemática. Para tanto, tomamos por referencial teórico os princípios da Teoria da Ação Comunicativa, do filósofo alemão Jürgen Habermas. Realizamos uma pesquisa de ordem qualitativa, cuja metodologia se aproxima da investigação-ação. Como principal resultado, encontramos que a TDI foi considerada pertinente para problematizar as virtudes e limites da adoção do naturalismo metodológico na ciência. Dentre as principais potencialidades atribuídas à TDI encontram-se, além de problematizar o raio de ação do naturalismo metodológico na ciência, levantar questionamentos sobre o papel da probabilidade na argumentação científica e apontar para a necessidade de uma permanente postura questionadora na ciência, não devendo teorias ou metodologias serem consideradas inquestionáveis. Dentre as principais limitações encontramos que interpretações equivocadas sobre o conteúdo e sobre as limitações da teoria em questão poderiam gerar uma indesejável banalização, por parte da consciência pública, acerca da fundamentação do conhecimento científico, assim como uma banalização da importância da adoção do naturalismo metodológico para o desenvolvimento científico.

Download: Clique aqui para realizar o download